ToDoVel [Parte 02]: Configurando

Observação: Este tutorial refere-se ao Laravel-4-BETA, estando totalmente DESATUALIZADO para a versão atual. Muita coisa mudou no framework…

A configuração do framework Laravel 4 pode ser dividida em duas partes: configuração do servidor e configuração do framework.
A primeira, a configuração do servidor, é algo simples e de gosto do usuário.
Como foge do escopo do desenvolvimento, não pretendo me aprofundar nisso.
Gostaria apenas de deixar claro que as requisições para sites desenvolvidos com Laravel devem ser feitas na pasta /public/ que existe na sua “instalação”.
A idéia é que o seu “wwwroot” seja essa pasta ou que todas as requisições sejam feitas para essa pasta.
Nessa pasta devem ficar os arquivos estáticos como CSS, JS, imagens e afins.
Também, nesta pasta encontra-se um arquivo index.php que inicializa o framework, encaminhando a url requisitada para o controller correspondente.
Vale a pena dar uma lida nesse arquivo index.php.

Configurando o framework

Os vários arquivos de configuração do seu projeto estão em app/config.

  • app.php – Configurações básicas da inicialização do framework
  • auth.php – Configurações básicas do sistema de autenticação que o framework fornece
  • cache.php – Configurações básicas do sistema de cache que o framework fornece
  • database.php – Configuração do banco de dados que será utilizado pelo framework
  • mail.php – Configurações básicas do sistema de envio de emails fornecido pelo framework
  • queue.php – Configurações básicas do sistema de envio de mensagens fornecido pelo framework
  • view.php – Configurações de onde encontrar as views do seu projeto
  • session.php – Configurações básicas do sistema de sessões fornecido pelo framework

Por hora a gente não precisa conhecer e nem configurar todos esses arquivos.
Vamos fazê-lo sempre que necessário.
Por hora, precisamos configurar apenas os seguintes arquivos: app.php, database.php e session.php.

Configurando o app.php

Neste arquivo precisamos fazer poucas alterações.
Vale a pena dar uma lida em cada um deles.
Recomendo apenas que:

  • Mantenha ‘debug’ => true no seu ambiente de desenvolvimento
  • Alterar o valor de ‘key’ para uma string randomica assim que possível!

Configurando o database.php

Quem adivinhar para que serve esse arquivo pode jogar na mega sena…
Recomendo que primeiro você dê uma olhada na definição do array ‘connections’, na linha 47.
Você não precisa preencher todos.
Na verdade, você não precisa que todas essas definições de conexões estejam lá, apenas a que você irá utilizar.
Após configurar a conexão desejada, configure a variável ‘default’, da linha 29, para apontar para a conexão desejada.

Configurando o session.php

Esse Laravel é muito intuitivo, chega fica chato fazer tutorial por que não tem graça explicar o que já está na cara…
Recomendo dar uma olhada especial em:

‘driver’ – Por hora estamos usando as sessões nativas do PHP, mas quando seu sistema crescer, recomendo utilizar cookies ou a versão baseada em memcache/redis.

Chega de configurar, vamos programar!

5 thoughts on “ToDoVel [Parte 02]: Configurando

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *